O fantástico mundo das startups existe, é real! Ele é muito dinâmico, gira em alta velocidade, tem ferramenta para tudo o que se relaciona à criação e ao desenvolvimento de um negócio, sem burocracia e mais democrático do que se imagina.

Lendo isso parece ser perfeito, né? Mas não é bem assim! Esse processo da busca por gerar resultados mais significativos de negócios é todo muito novo e muitas vezes incerto, se comparado ao universo dos negócios tradicionais, mas ainda assim diversas oportunidades de aprendizado são geradas. É realmente encantador conhecer a forma como as startups se organizam e funcionam, perceber o quanto elas evoluem por assumirem uma postura ágil perante os problemas e por entenderem cada erro como uma nova oportunidade de aprendizado que trará ganhos.

Do outro lado, o universo das grandes empresas e negócios tradicionais continua existindo e tendo uma importância significativa, inclusive, na geração de propostas inovadoras. E aí tem muita gente querendo saber mais do mundo das startups e não sabe como fazer isso. Se você é uma delas, então deixa eu tentar te ajudar.

1 – SEJA CURIOSO

O que não falta neste mundo são fontes de conhecimento. Livros, artigos, blogs, canais de Youtube, Podcasts e assim por diante. Leia muito. Estude sobre o tema. Entenda o que os especialistas dessa área têm dito.

De grandes autores como Clayton Christensen e Eric Ries a podcasts como The WorkLife e Braincast, passando por publicações da Universidade de Harvard e do MIT, temos muito conteúdo disponível online (e gratuito) que nos ajuda a entrar nesse mundo com a experiência teórica e prática de quem vive disso! E se quer se inspirar, super indico assistir alguns dos TED Talks!

2 – ESTEJA ONDE AS STARTUPS ESTÃO

Se relacionar com as startups, ainda que de maneira informal, gera uma troca de experiências incrível, e isso ajuda todos os envolvidos. Uma das maneiras de fazer isso de forma natural e espontânea é frequentar os lugares onde elas vão, participar dos eventos que elas participam, enfim, estar presente onde elas estão. Os coworkings e demais espaços de inovação são ótimos para isso, fique atento à programação do Cubo, Habitat, Porto Digital, Ágora Tech Park entre outros. E claro, se conecte às diversas comunidades de startups que temos no Brasil e no mundo, normalmente organizadas em torno dos chamados “valleys” – uma alusão ao Silicon Valley (EUA), uma das mais conhecidas regiões de inovação do mundo.

3 – SEJA MENTOR

A cultura da “mentoria” ainda não é estabelecida no Brasil. Estamos aprendendo a fazer isso ainda. Mas das experiências que temos, os resultados são muito bons. Ser mentor é simplesmente dar conselhos a empreendedores sobre temas dos seus respectivos negócios, a partir da sua própria experiência profissional. Essa prática enriquece muito os aprendizados das startups e, ao mesmo tempo, são ótimas oportunidades dos mentores saberem o que as startups têm feito, como a tecnologia tem sido usada na criação de novos negócios e terem a experiência vivencial do mundo das startups.

Os programas de aceleração são excelentes para a promoção de mentorias e para conexão mentor-empreendedor. Se você quer ser um mentor dos programas Troposlab, fale conosco.

4 – INVISTA, SEJA SÓCIO!

Ser investidor é vivenciar o mundo das startups, conhecendo suas práticas e entendendo suas principais questões, sem estar diretamente alocado na rotina delas. Significa participar das principais decisões do negócio, numa distância que te permita ter o tão apreciado “olhar de fora” ao mesmo tempo que tem os “interesses de dono”.

Se decidir investir em alguma startup, procure aquelas que tem mais fit com suas experiências e com seu mercado de atuação. Isso te trará mais segurança nas relações e mais condições de ajudar no desenvolvimento e crescimento do negócio, contribuindo para que, ao final, tenha seu dinheiro de volta na proporção da valorização da startup.

5 – TORNE-SE FUNDADOR DE UMA STARTUP

Nenhuma outra dica acima te dá mais condições de realmente conhecer o mundo das startups do que essa! Ser fundador de uma startup – ou empreender seu próprio negócio – te trará uma nova perspectiva. O dia a dia do empreendedor é uma avalanche de informações, de acontecimentos e de decisões para serem tomadas de forma rápida e assertiva. Com recursos limitados e sob pressão do tempo e do mercado, toda decisão e ação demanda cuidado cirúrgico para avançar enquanto negócio.

Se você está no mercado há algum tempo, com certeza tem várias ideias de negócios o dia todo – imagine que cada problema é uma nova oportunidade – e sua experiência de trará um diferencial competitivo para uma nova atuação.

Ficou ainda mais interessado em conhecer o fantástico mundo das startups? Não perca tempo, ele está à sua porta!

E se o vocabulário “startupeiro” te impede de avançar nessa relação, não fique inseguro. A gente te ensina tudo aqui.