DICIONÁRIO RÁPIDO DO MUNDO STARTUP

By | 2018-10-03T15:54:18+00:00 01/10/18|startups|

A atmosfera de negócios inovadores é repleta de ferramentas, conceitos e pensamentos instigantes e que podem fazer sentido para muitos ambientes, especialmente de inovação. Também se traduzem em um vocabulário que pode parecer difícil e elitizar o ecossistema.

Listamos aqui alguns dos termos mais utilizados no ambiente startup e explicações rápidas e descomplicadas que podem te ajudar a conversar com empreendedores ou buscar aprender mais sobre as metodologias.

Leia, desperte e busque saber mais com a gente!

O que é Startup?
Negócio incipiente, que usa tecnologia para gerar valor para seus clientes e que está em busca de um modelo de negócio repetível e escalável.

ESCALAR
Capacidade de crescer o negócio em um ritmo exponencial, sem aumentar na mesma proporção sua estrutura de custos. Em geral isso é viabilizado a partir da tecnologia e acontece após as validações de negócio e consequente aprendizado do empreendedor.

VALIDAR
Entender as premissas subjacentes ao modelo de negócio e criar testes rápidos e baratos para entender se elas são verdadeiras. O cliente tem mesmo esse problema? Ele realmente pagaria para resolver? Como testar isso sem ter que realizar todo o negócio em sua plenitude de complexidade e custo?

ACELERAÇÃO
Processo de desenvolvimento ágil de negócios inovadores. Utiliza metodologias e ferramentas como design thinking, metodologia lean, desenvolvimento de clientes, mentorias como base para fazer com que todo o aprendizado de negócio aconteça mais rápido – seja falhando seja prosperando – e com um custo menor.

PROPOSTA DE VALOR
É o ganho que o seu modelo de negócio promete gerar para seu cliente.  É como você comunica, entrega e deve ser reconhecido.

LEAN
Significa enxuto, é um conceito de gestão que prioriza a eliminação de desperdícios.

PIVOT
Ou pivotar em uma tradução livre para o português, significa redirecionar o modelo de negócios da empresa em busca de saídas mais lucrativas, mas mantendo a base para não perder a posição já conquistada.

MENTOR
Profissional com experiência que orienta o empreendedor de forma próxima com foco no desenvolvimento de competências e habilidades. Pode ser um empreendedor serial, que já passou por situações similares e por isso vai saber conduzi-lo em suas decisões (sem tomar elas por você), ou pode ser um especialista técnico em algum assunto que você precisa de ajuda para entender como começar.

PROTÓTIPO
Produto criado na fase de testes. Ele é inacabado e imperfeito, mas materializa os principais conceitos que o diferenciam. Serve para compartilhar sua visão de como o produto pode ser, seus diferenciais, testando ideias com o cliente e treinando o time para aprimorar seu desenvolvimento.

M.V.P
Abreviação de “
Minimum Viable Product” que significa Mínimo Produto Viável, na tradução livre para o português. É uma nova abordagem para protótipos. Trata-se da versão mínima com que um produto pode ser consumido de forma viável.

BOOTSTRAPPING
Criar sua startup utilizando somente recursos próprios, sem recorrer a investidores externos. Provavelmente ela crescerá de forma menos veloz, porém pode ser favorável para manter o foco no aprendizado e no mercado e adia o processo de diluição da participação acionária dos empreendedores fundadores.

CUSTOMER DEVELOPMENT
Metodologia de geração de novos negócios que propõe seu desenvolvimento focado nos problemas do cliente, já que a maior parte das empresas falha em criar produtos que não são demandados pelo mercado. Ela descreve o que fazer, do momento que o empreendedor tem a ideia até o momento em que está crescendo seu negócio, para evoluir na direção certa, no momento certo e mitigando os riscos inerentes aos negócios inovadores. Foi criada pelo Steve Blank, empreendedor e professor do Vale do Silício, e vem democratizando o ambiente de geração de negócios e formando uma nova mentalidade empreendedora.

DOR DO CLIENTE
Problema que o cliente não consegue resolver sozinho, que traz perdas importantes e que podem se traduzir em uma boa oportunidade de mercado, já que ele busca produtos e serviços que mitiguem essa dor.

SOLUÇÃO
Proposta de produto ou serviço para resolver um problema ou dor de um segmentos de clientes, que tem potencial de mercado. A tecnologia pode ser parte da solução, mas a solução abrange também os serviços que possibilitam resolver de fato o problema.

PITCH
Apresentação inicial do negócio e oportunidade para clientes, investidores e parceiros. Em geral é uma apresentação que toca os elementos chave e inovadores do projeto, mas que pode ser feita em 3 a 15 minutos. Seu objetivo é conquistar em um primeiro contato “vendendo” a ideia para sua audiência.

About the Author:

Renata Horta
Sócia Fundadora | Coordenadora do Núcleo Tropos de P&D