A Troposlab viu uma oportunidade: se apoiarmos a colisão de diferentes atores na indústria Care (que, por hora, temos considerado beleza, hábitos saudáveis e cuidados pessoais) de uma forma inteligente e sistemática, podemos gerar negócios com maior grau de inovação e benefícios para as pessoas que os consomem e para o mundo, enquanto estes geram mais valor para as empresas e o ecossistema. Assim nasceu o CareTech Movement.

Começamos, então, a aprofundar no conceito e buscar em nossa rede de clientes, startups, investidores, pesquisadores aqueles que atuam nesse ambiente. O evento de lançamento ainda nem aconteceu (será em 3 de Setembro no O_barco em São Paulo), mas já aprendemos muito e estamos felizes em começar esse movimento.

Quanto mais discutimos o assunto na empresa e com nossa rede, quanto mais estudamos as tendências e avançamos na construção do mapa, mais seguros estamos de que o momento é de começar a acelerar o setor. O Brasil tem potencial para o pioneirismo e a liderança, e já aponta como um dos principais mercados. Mas podemos estar também entre os mais inovadores, aproveitando o fôlego e sucesso da indústria e o potencial bloqueado da pesquisa que temos nas melhores universidades. Por isso, temos trazido para o movimento empresas e universidades que também entenderam essa oportunidade.

Escutamos de quase todos os nossos convidados um agradecimento em tom de “finalmente!”. Por que? O ambiente de inovação tem focado em outros setores e o que mais se aproxima desse movimento e das empresas que dele fazem parte é o de HealthTech. Mas o bem-estar vai muito além da saúde e o CareTech vai mostrar na prática o impacto que essas empresas possuem na vida, na economia e no planeta.

Além disso, o formato do evento, do movimento e o compromisso em promover um ambiente gerador de novos negócios a partir de conexões de valor, tem gerado uma expectativa muito positiva e abertura à inovação em rede.

Em um lugar escolhido por ser acolhedor e provocativo, vamos abrir o dia com um painel onde representantes de grandes empresas, investidores, startups e academia vão trazer suas perspectivas de tendências para o setor e desafios de inovação. 

A discussão segue para o momento de matching, quando vamos induzir negócios a partir do perfil de interesses manifestado pelas pessoas inscritas, em uma curadoria de conexões. E, finalmente, fechamos a manhã construindo em conjunto com os interessados os próximos passos desse movimento. Assim, prometemos provocar, gerar negócios e usar bem o tempo em um encontro produtivo e humano, cheio de cuidados.

Todo o processo tem mostrado que estamos trazendo “gente nova” e “discussões diferentes” e, com isso, temos dezenas de empresas confirmadas, parceiros engajados, todos com abertura e desejo para olhar em conjunto para os cenários futuros que podem transformar esse setor, descobrir conexões de valor e gerar negócios inovadores. Entre no site, conheça nossos parceiros, nossos painelistas e hosts e garanta sua participação fazendo a inscrição. As vagas são limitadas.