Atualmente a diversidade tem sido pauta de diversas campanhas de marketing, principalmente das grandes empresas, com o objetivo principal de ganho de imagem. Entretanto, a diversidade dentro das empresas tem um potencial muito maior, que é o fomento à inovação. Quando falamos em inovação, estamos falando de criatividade e geração de boas ideias e, para isso, é necessário ter visões diversificadas de pessoas com histórias únicas. Assim, a diversidade se torna uma estratégia de inovação para as empresas.

Benefícios da diversidade para a sua empresa

Segundo o estudo “Getting to Equal 2019: Creating a Culture that Drives Innovation” publicado pela consultoria Accenture, eleita em 2018 a empresa mais diversa e inclusiva do mundo pelo ESG Index, colaboradores de companhias que contam com diversidade e inclusão enxergam menos barreiras para inovar e eles são 6 vezes mais criativos do que os concorrentes. E quando olhamos para os resultados financeiros, em estudo publicado pela McKinsey em 2015, “Why diversity matters”, empresas com diversidade de gênero e étnica tendem a ter uma performance financeira 25% acima da média. 

Assim como a inovação pode ser utilizada como vantagem competitiva pelas empresas, a diversidade no ambiente de trabalho também poderia. Para sobreviver na Quarta Revolução Industrial, que traz consigo a transformação digital, as companhias precisam prever e entender melhor as necessidades dos seus clientes para criar soluções bem sucedidas. Somente com um time mais diverso, que consiga representar as diferentes parcelas da população, será possível entender e reconhecer os problemas de grande parte da sociedade que não hoje está inserida na empresa.

Entender as necessidades da sociedade é necessário e fundamental

Quando uma empresa se propõe a criar um produto ou serviço para o público LGBTQI+, é necessário que o seu time entenda e compreenda as necessidades destes consumidores, a companhia deve incluir essa parcela da sociedade na discussão. A mesma lógica se aplica para o público do gênero feminino, negro e demais grupos que normalmente não estão representadas no ambiente corporativo. Como a Regina Magalhães, gerente sênior de sustentabilidade e inovação da Schneider Electric na América do Sul, que afirma que “a diversidade é condição, é causa e consequência para inovação”.

Criar ambientes mais diversos é estratégia de inovação

O investimento em diversidade e inclusão pode refletir não somente em resultados financeiros, mas também no bem-estar dos colaboradores. Criar ambientes de trabalho mais diversos é também um trabalho na mudança de cultura da empresa, pois corporações que valorizam e investem em ambientes abertos às diferenças tendem a ter colaboradores mais engajados e reduzem a existência de conflitos internos. Um bom exemplo a se seguir é do grupo Saint Gobain, com mais de 350 anos de história e presente em 78 países, aposta no pilar diversidade e promove a movimentação de profissionais entre as diversas plantas no mundo, incentiva a troca de experiências e dissemina os seus princípios, valores e competências para a consciência sobre a diversidade.

Sendo assim, ter a diversidade como pauta estratégica interna e constante na empresa traz resultados que vão além do ganho de imagem: vantagem competitiva, inovação, motivação, bem-estar e, por fim, ganhos financeiros. Incluir a sociedade de uma forma mais completa na sua empresa será sempre benéfico e enriquecedor.


Além de Agente de Inovação Tropos, o Lucas é um estudioso e atuante do tema da diversidade. Ele é um dos coornedadores do Equi – projeto idealizado e realizado pelo Global Shapers Hub BH, que tem como objetivo a inserção da população transgênera no mercado de trabalho em Belo Horizonte. Se quiser trocar uma ideia com ele sobre o tema, basta enviar e-mail para lucas@troposlab.com.