• ajuda inovação

Você já procurou na internet uma receita, mediu os ingredientes com a maior precisão possível, seguiu os passos exatamente como descrito e ao final seu prato deu errado? Com a inovação também funciona assim. Existem processos e modelos que são essenciais na criação de uma cultura e no desenvolvimento de inovações, mas não podemos enxergá-los como uma receita pronta para inovar. Existem conhecimentos subjetivos que vêm da experiência e que são adquiridos ao longo da vida que, sem os quais, fica muito difícil inovar. É por isso que você precisa pedir ajuda.

Os modelos e processo de inovação são princípios e orientações, não regras. Cada organização possui um contexto diferente, o que torna a aplicação de modelos uma tarefa complexa. Além disso, nossa realidade está em constante mudança (como por exemplo, o surgimento da pandemia do Coronavírus). É necessário mobilizar nossa rede de contatos e buscar, na experiência e no conhecimento de outras pessoas,contribuições para solucionarmos nossos problemas.

Organizações que inovam há muito tempo encontram cada vez mais dificuldade de gerar inovações de real impacto na sociedade (estamos falando aqui do desenvolvimento de produtos e serviços). Por outro lado, organizações que estão começando a inovar não sabem como dar o primeiro passo no atual momento caótico em que estamos vivendo.

Somos ensinados a pensar que quem inova é um herói. Vamos pensar em Isaac Newton, por exemplo. Nos foi contado que uma maçã caiu casualmente em sua cabeça e, a partir disso, ele desenvolveu a lei da gravidade, em um momento eureka. O que não nos contam, contudo, é que para enunciar essa lei, ele precisou discutir suas ideias com os cientistas Robert Hooke, John Flamsteed e Edmond Halley.

O gestor de inovação é o maestro de todo o processo, mas existe um coro inteiro que vai tornar sua orquestra um sucesso. A inovação é uma área extremamente multidisciplinar, e não podemos jogar sob esse gestor a responsabilidade de gerar inovação sozinho.

Mas afinal, quem é que pode nos ajudar? 

Se você for um empreendedor, peça ajuda a outros empreendedores que já passaram por processos parecidos ao que você está vivendo. Conte suas ideias, compartilhe suas inseguranças e escute o que as pessoas têm para te falar. Não tenha medo nem vergonha de pedir ajuda, essa parte é essencial para o sucesso. Quem sabe essas pessoas não acabam se juntando a você na sua jornada empreendedora? 

Se você for uma pessoa tentando inovar dentro de uma empresa (tem nome para você: intraempreendedor!), busque seus gestores e diretores para te apoiarem a desenvolver sua ideia. Se fizer sentido, peça ajuda para os colaboradores da operação. Peça dicas à equipe de comunicação. Mostre o que você está fazendo e compartilhe feedbacks. Fazendo isso você vai coletar contribuições riquíssimas, além de ganhar aliados ao seu projeto. 

Se você for um gestor e estiver buscando ajuda para impulsionar a inovação dentro da sua empresa, a Troposlab está aqui para te ajudar! Temos experiência auxiliando líderes que querem começar a trabalhar com inovação em suas empresas e também aqueles que já trabalham com inovação há muito tempo e estão em um lugar de incerteza, sem saber como passar para um próximo nível. Vamos conversar?

Por |2021-08-05T09:59:43-03:0029/07/2021|inovação|

Compartilhe! Escolha a sua plataforma!

Olá! Sou o Heitor e faço parte do time Troposlab! Me graduei em Engenharia de Produção na UFMG e atualmente estou fazendo um mestrado em Inovação Tecnológica, também na UFMG. Tenho experiência em projetos de inovação e em trabalhos envolvendo competências e organização do trabalho. Sou uma pessoa alegre e divertida que é apaixonada pela cultura pop e por carros! Não abro mão de estar com meus amigos e com meu cachorro, o Theo.
Ir ao Topo